12 de ago de 2008

Eu pensei que nunca me sentiria assim. Sabe quando você idealiza mil e uma coisas e que você sonha, sonha dormindo, sonha acordada e não passa de um sonho? Pois é, a um tempo atrás eu era assim. Pensei que nunca seria amada de verdade por alguém e até pensei em desistir, jogar tudo para o alto sabe? Dizia a minha mãe que não queria me casar, que queria fugir de tudo e de todos. Minha sensibilidade estava fora de mim, tinha tirado férias da minha melancolia ou melhor para a minha melancolia. E até cheguei a pensar que talvez não existisse mesmo ninguém que me esperasse, que sonhasse com alguém assim, igual a mim. Eu sem nenhuma moldura em especial, apenas eu com todos os meus defeitinhos (ou seria, defeitões?) E estava acostumada com a idéia de que só os outros podiam encontrar a felicidade de amar. Mergulhei em pensamentos erradas e em pessoas erradas. E em certo dia, eu conheci alguém que já conhecia (intrigante não?), mas não notava, o enxergava mas não o via. E hoje essa pessoa é uma das que mais me conheci, eu Bruna e nada mais e sei que ele gosta de mim assim. Nós temos esperado muito, esperado com toda a paciência (nem toda) e temos vencido. Eu o amo tanto que se me tirassem ele não saberia o que fazer, para quem contar os meus segredos, meus medos... E hoje eu acho que todo mundo tem a chance de conhecir alguém assim e às vezes até conhecem mas por falta de 'paciência para esperar' desistem. Só que essa não é a forma mais matura de lutar pelo que se quer realmente. Eu sabia o que queria, sabia mesmo mas por ver todos se dando bem e eu não, me achava a mais pequena e que talvez não merecia mesmo. Eu o amo, como já disse, pela milhonéssima vez e se vocês quiserem eu repito (brincadeira). Sei que algumas pessoas não vão dar muito credito a esse texto-desabafo, mas a vocês desejo o amor que estou sentindo hoje em meu coração.

8 comentários:

O Profeta disse...

Uma rosa breve
Uma hortênsia de alva cor
A terra molhada pelo sereno
Nos celeste paira um Açor

A madeira verde, a dança do fogo
O embalo do loureiro no vento, o alecrim
Um ribeiro de inquietas águas
Levam o perfume das mágoas em viagem sem fim


Convido-te a sentir a minha paleta de aromas


Mágico beijo

Tenente Magalhães disse...

Ficamos todos felizes em saber o modo que você se sente. Todos merecem se sentir assim.
Mas nessa busca desenfreada, esbarramos em problemas.
Por isso que temos o nosso batalhão.

Voltamos à ativa!
http://mulhertudobandida.blogspot.com/

Mariana Valente disse...

oi Bruna... que texto lindo e honesto... Adorei!!!

E quero me sentir assim... e estou começando... aos poucos, descobrindo e amando...

beijos e bom findi
:)

Nem Li disse...

...

Não consegui ler nada..Tudo muito rosa...Me deixou cego.

ficadica

E. disse...

Sei como é ter que esperar e ser muito paciente. Mas sou daquelas que acredita e canta: quem espera sempre alcança.

Josephine disse...

Ninguém melhor que eu sabe o que é isso. Eu tb já quase baixei os padrões que tinha estipulado pra mim; de tanto que demorava essa espera. Também me envolvi com pessoas erradas, pensamentos errados. Até que ele chegou. E disse que eu sou muito mais do que ele sonhava. E a história terminou com um final feliz. Nos casamos. Mas aí é que começa a história! heheh. Casar é esquisito. A gente muda. Mulher então, nem se fala. Devia ser proibido isso! rSRRS. Calma! Não se assuste. Se quiser conferir meu blog: www.eagorajosephine.blogspot.com BeijO!

Liu Way* disse...

Nossa que sincero e profundo...realmente gostei bastante do post*
vai lá no meu cantinho que criei...pra compartilhar assim com pessoas como vc(especiais)*
bjo té logo*

O Cercadinho disse...

Oi, tudo bom?
Queria te convidar pra acessar um novo blog. Inclusive tua amiga já comenta aqui sempre.
O Cercadinho é o nome dele. O porquê do nome? Entra lá e descobre, assim como ela. rsrsrs
Aliás, já tem continuação da história em capítulos "Sem destino".
Segue o link que já te direcionará direto pra lá:
http://o-cercadinho.blogspot.com/search/label/%23%20Hist%C3%B3rias%20em%20cap%C3%ADtulos
Dá uma olhada e veja o que tu acha.
Ahhh, e recomenda pras tuas amigas também. O ideal é que todo mundo interaja entre blogs e comente.
Conto contigo lá, ok? Assim como entrarei assiduamente aqui também.
Beijos,
Wanderlei
www.o-cercadinho.blogspot.com